Brasil
PIS/PASEP, Auxílio Brasil, Emergencial e Gás: Confira calendários de pagamentos
Nesta semana, o governo inicia o calendário do Auxílio Brasil, Auxílio Gás e Auxílio Emergencial.

Publicado em 20/01/2022 11:01 - Atualizado em 20/01/2022 11:01

Foto/Reprodução


Do Isto É Dinheiro - Os brasileiros aguardam o início do calendário de pagamentos de diversos benefícios sociais, sobretudo depois das festas de final de ano. Nesta semana, o governo inicia o calendário do Auxílio Brasil, Auxílio Gás e Auxílio Emergencial.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

300 x 300

Auxílio Brasil

O calendário de pagamentos da terceira parcela do benefício que substitui o Bolsa Família começa nesta terça-feira (18). O pagamento é realizado mediante a ordem do Número de Identificação Social (NIS).

 

O Orçamento 2022 destina R$ 89 bilhões para o pagamento do benefício, no valor de R$ 400 mensais por família.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As dúvidas sobre o programa podem ser tiradas no aplicativo Caixa Tem ou do próprio Auxílio Brasil. Quem já recebia o Bolsa Família recebe automaticamente o novo auxílio, sem necessidade de recadastramento no Cadastro Único (CadÚnico).

Veja o calendário do Auxílio Brasil

Auxílio Gás

As 5,47 milhões de famílias atendidas pelo Auxílio Gás, do Governo Federal, começam a receber, nesta terça-feira (18), o primeiro pagamento do benefício, no valor de R$ 52. O benefício será liberado a cada dois meses por cinco anos. O calendário do Auxílio Gás é o mesmo do Auxílio Brasil e escalonado de acordo com o NIS.

Outras cerca de 108 mil pessoas das áreas atingidas pelas fortes chuvas em Minas Gerais e Bahia também receberão, excepcionalmente, o Auxílio para a compra de botijões de 13kg

O dinheiro pode ser sacado com o cartão do benefício assistencial ou com o aplicativo Caixa Tem, que permite, também, transferências bancárias e pagamentos de contas em farmácias, lojas e supermercados por meio de QR Code ou cartão de crédito virtual gerado no momento da transação.

 

O saque do dinheiro pode ser feito em agências da Caixa Econômica Federal, casas lotéricas e correspondentes bancários Caixa Aqui. A liberação é feita conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) até o final de cada mês.

Quais os critérios para receber o Auxílio Gás?

Os critérios de participação são: famílias inscritas no Cadastro Único com renda per capita menor ou igual a um salário mínimo (R$ 1.212) e integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Para fins de implantação do Auxílio Gás, excepcionalmente nos primeiros 90 dias terão prioridade de pagamento do benefício, nessa ordem: beneficiários do Auxílio Brasil com menor renda per capita e com maior quantidade de integrantes na família.

 

Não serão computados como renda mensal da família benefícios concedidos pelo Auxílio Brasil. O recebimento de outros auxílios não é impedimento para o Auxílio Gás.

Auxílio Emergencial

A Caixa Econômica Federal pagou, na última quinta-feira (13), o complemento retroativo do Auxílio Emergencial a pais solteiros. O pagamento foi feito em parcela única, que varia entre R$ 600 e R$ 3 mil, de acordo com a quantidade de parcelas recebidas entre abril e agosto de 2020. Quem recebeu três meses do Auxílio Emergencial em 2021, por exemplo, recebe R$ 1.800.

No total, são 823,4 mil beneficiários atendidos pela Medida Provisória 1.084/2021, que abriu crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões para custear o pagamento retroativo. A ideia é equiparar o valor recebido por mães solteiras no mesmo período, que foi de R$ 1.200 até R$ 6 mil.

PIS/PASEP

O abono salarial do PIS (funcionários de empresas privadas) e PASEP (funcionários públicos) começa a ser pago no início de fevereiro. Trata-se de um benefício anual do trabalhador equivalente a, no máximo, um salário mínimo.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

O valor do abono é proporcional ao período em que o empregado trabalhou com carteira assinada em 2020. Cada mês trabalhado equivale a um benefício de R$ 101, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados como mês cheio. Quem trabalhou 12 meses com carteira assinada receberá o salário mínimo cheio, de R$ 1.212.

Trabalhadores da iniciativa privada com conta corrente ou poupança na Caixa receberão o crédito automaticamente no banco, de acordo com o mês de seu nascimento.

Os demais beneficiários receberão os valores por meio da poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Caso não seja possível a abertura da conta digital, o saque poderá ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, Caixa Aqui ou agências, também de acordo com o calendário de pagamento escalonado por mês de nascimento.

O pagamento do abono do Pasep ocorre via crédito em conta para quem é correntista ou tem poupança no Banco do Brasil. O trabalhador que não é correntista do BB pode efetuar a transferência via TED para conta de sua titularidade via terminais de autoatendimento e portal www.bb.com.br/pasep ou no guichê de caixa das agências, mediante apresentação de documento oficial de identidade.

Todas as informações sobre o PIS poderão ser obtidas através do telefone 0800-726-02-07 da Caixa Econômica Federal, a partir do dia 1 de fevereiro.

Confira o calendário do PIS

Mês de nascimento Data do pagamento
Janeiro 8 de fevereiro
Fevereiro 10 de fevereiro
Março 15 de fevereiro
Abril 17 de fevereiro
Maio 22 de fevereiro
Junho 24 de fevereiro
Julho 15 de março
Agosto 17 de março
Setembro 22 de março
Outubro 24 de março
Novembro 29 de março
Dezembro 31 de março

 

Confira o calendário do PASEP

Final da inscrição Data do pagamento
0 15 de fevereiro
1 15 de fevereiro
2 17 de fevereiro
3 17 de fevereiro
4 22 de fevereiro
5 24 de fevereiro
6 15 de março
7 17 de março
8 22 de março
9 24 de março


COMPARTILHAR NO WHATSAPP